Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

no souvenir

no souvenir

O “meu” Rio de Janeiro em sete lugares

O Rio de Janeiro é uma cidade que encanta e espanta. A sua beleza natural consegue envolver qualquer visitante, da floresta que tenta invadir a cidade com as suas árvores enormes, às praias de areia fina e águas convidativas. Uma cidade de contrastes e com um ritmo que consegue não deixar ninguém parado – há sempre algo para fazer na cidade maravilhosa.

 

Nasci carioca mas troquei o Rio de Janeiro pelo Porto há 14 anos. Ainda assim, continuo a ir com regularidade ao Rio, o que não me faz, de todo, uma carioca da gema, mas me permite enumerar recantos e encantos da cidade que podem ser explorados por quem estiver a pensar em seguir viagem para este destino tropical.

 

 

Praia em Ipanema

É um cliché que sabe sempre bem. Ipanema é a “minha” praia quando estou na cidade. A vista para o morro Dois Irmãos é linda e o pôr do sol visto da pedra do Arpoador, mesmo ali ao lado, é um espetáculo único, aplaudido de pé pelos cariocas. Durante o verão, pode ser um desafio encontrar um lugar para a toalha na areia em meio ao “formigueiro” que esta praia se transforma ao fim de semana. Durante o inverno, algo quase inexistente no Rio mas levado a sério pelos cariocas, é possível encontrar a praia “praticamente” vazia.

 

1471281_10202683285833102_2007842932_n.jpg

 

Lagoa

A Lagoa Rodrigo de Freitas, na zona sul da cidade, é o local de eleição para fazer exercício ao ar livre. Uma caminhada ou um passeio de bicicleta pela pista que circunda a lagoa é uma boa opção para o início ou fim do dia. A paisagem que acompanha o passeio é incomparável.

 

Centro da cidade

O centro do Rio conjuga prédios de grandes empresas com edifícios históricos. Há muito para explorar nesta parte da cidade, mas o meu local de eleição é o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB). O edifício em si já vale a visita, mas há sempre exposições, peças de teatro, filmes e livros para ver. A entrada para as exposições é gratuita. À saída do CCBB, há um quarteirão de bares para tomar um “chope” gelado.

 

Museu de Arte Moderna

O MAM é outra instituição cultural de renome da cidade. Para quem gosta de arte contemporânea é uma visita imperdível. Para quem prefere passeios ao ar livre, o museu pode ser o ponto de partida para uma caminhada pelo Aterro do Flamengo, uma vasta zona verde com várias atrações pelo meio.

 

Jardim Botânico

Por falar em área verde, o Jardim Botânico é outro local especial no Rio de Janeiro. Para os amantes da natureza, o verde e a diversidade de árvores e plantas vão, com certeza, surpreender.

 

Lapa

Para sair à noite e apreciar o casario antigo deste bairro no centro do Rio. Muitos edifícios foram reconvertidos em bares, o que faz da Lapa uma das zonas mais boémias da cidade. Procure um show de chorinho ou bossa nova. Não deixe de passar pelos Arcos da Lapa, um aqueduto construído no período colonial.

 

Urca

Um dos bairros mais tradicionais do Rio, é onde se encontra o Morro Pão de Açúcar, muito procurado pelos turistas. Se pretende fazer a ligação de teleférico, o melhor é chegar cedo para fugir às filas. Se optar por um passeio mais tranquilo, pode começar pela Praia Vermelha e acabar no Bar Urca, que serve um bolinho de bacalhau que nos transporta outra vez a Portugal na primeira dentada, mas a vista para a Baía de Guanabara faz-nos voltar ao Rio num piscar de olhos.