Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

no souvenir

no souvenir

Cada um com a sua fé

O primeiro Papa sul-americano está de visita ao Brasil, naquela que é a primeira viagem oficial do seu pontificado. Milhares de peregrinos, entre eles muitos jovens, estão no Rio de Janeiro, unidos pela fé. É esta união por uma crença que move pessoas de todo o mundo, do Congo à Indonésia, a rumarem para as Jornadas Mundiais da Juventude. Uma prova que a religião católica está de boa saúde, apesar de todas as tormentas, e que a fé é transversal, quando se tem, não importa a idade.

Do outro lado do Atlântico, o nascimento do bebé real, filho dos Duques de Cambridge, é celebrado como a chegada de um pequeno deus. O príncipe, futuro rei, é aclamado por britânicos mas também por turistas, que se deixam encantar pela paixão que os ingleses nutrem pela realeza. Paixão e fé numa instituição, que apesar de todas as tormentas, continua de boa saúde e a resistir ao tempo.

Por cá, continuamos a precisar de ser salvos. E seria mesmo preciso um novo líder, espiritual ou político, para varrer de vez este (des)governo. É preciso acreditar na mudança para ela acontecer. É preciso ter fé. Em Deus, no Papa, no bebé real, em nós próprios. É preciso termos algo para nos agarrarmos ou o abismo fica cada vez mais próximo do escoar dos dias.